<
  Esclareça suas dúvidas sobre os limites entre Guarujá e Vicente de Carvalho [ UTC-3 ]  
MENU PRINCIPAL
-->
• Poder Executivo
• Poder Legislativo
• Aeroporto
• Praias
• Ponte/Túnel
• Passeios e Pontos    Históricos
• Folclore
• Geografia
• Ilha dos Arvoredos
• Ilha da Moela
• Lage de Santos
• História
• História - Atual
• Hotéis
• Teatro
• Economia
• Personalidades
• Personagens e suas    Histórias
• Links Úteis
• Ferrovia - Itapema-    Guarujá
• Vicente de Carvalho
• Forte Itapema
• Divisa Guarujá - VC
• Base Aérea
• Balsas
• Indústria e Serviços
• Imagens
• Arquivo

 

Radiação Ultra Violeta


 

Almanaque Esportivo de Santos

Jornal Cidade News



Para indicar este site sobre o Guarujá é so clicar aqui!

 • Obras do túnel Guarujá-Santos começam em 2013

O anúncio foi feito pelo governador Geraldo Alckmin, na manhã da última quarta-feira 30/05/2012, durante encontro do Acelera São Paulo, realizado no Terminal Marítimo de Passageiros Giusfredo Santini (Concais).
Projeto do túnel Santos - Guarujá


Nenke conta a história da Cachoeira
"Na Cachoeira já morou o Patriarca da Independência"

A família Simões é uma das mais antigas de Guarujá. hà 78 anos (1928) Saul Simões veio de Portugal para o bairro da Cachoeira administrar sítios de banana. Tempos depois montou um bar-mercearia com o sócio Vitorino. Foi próprio Vitorino quem deu o apelido ao nosso entrevistado: Marinaldo Simões, que incorporou Nenke ao nome. A história da Cachoeira remonta ao Patriarca da Independência, José Bonifácio de Andradada e Silva. Conta Nenke que José Bonifácio tinha uma casa no alto do morro da Cachoeira e ainda hoje há vestígios dessa construção e até de troncos onde se amarravam os escravos. .
Veja o texto completo em ... (Texto de Roberto Sassi e fotos do arquivo do Rato )
  



Especialistas Descobrem Relíquias Históricas na Região do Rabo do Dragão

Técnicos da Prefeitura de Guarujá visitaram, recentemente, o Sítio Cachoeira, na Estrada Guarujá-Bertioga e constataram a existência de um rico patrimônio histórico e cultural. Segundo os especialistas, ficou claro que a região, conhecida como Rabo do Dragão, foi também a primeira, do Município, a ser habitada por não-indígenas.

A descoberta foi feita através de uma análise para o projeto Caminhos da Mata, uma iniciativa da Secretaria do Meio Ambiente (Semam), em parceria com a Secretaria de Turismo. O projeto visa levar crianças e adolescentes carentes para percorrer trilhas históricas e ecológicas da Cidade, enquanto recebem a prática da Educação Ambiental.

No quilômetro 13 da Estrada, a equipe constatou, ainda, a existência de uma palmeira imperial com mais de 150 anos e cerca de 50 metros de altura, além de paredes de sustentação de uma roda d’água que movia um engenho de cana para a produção de cachaça.

A casa do capitão Gabriel Bento de Oliveira, onde eram alfabetizadas as crianças da região, hoje é uma escola municipal que leva seu nome, onde está sendo ministrado o curso de Educação Ambiental e Cidadania do projeto Paracom, uma parceria entre a Semam e a Organização Não Governamental Caá-Oby.
Saiba Mais

Guarujá Tem Novo Mapa de Abairramento

Centro, Vila Edna, Vila Alice, Vila Júlia, Vila Lígia, Barra Funda, Santa Clara, Santa Cruz dos Navegantes. Tradicionais, estas e dezenas de outras localidades, apesar de enraizadas no cotidiano popular de Guarujá, foram literalmente riscadas do mapa. Mas não é caso para alarmismo, porque as comunidades não vão deixar de existir, apenas ganharam novas denominações. Na verdade, as mudanças foram efetivadas com o novo Plano Diretor da Cidade, aprovado pela Câmara em 31 de dezembro de 2006. A nova lei inseriu uma série de mudanças no planejamento da Cidade, desde um novo zoneamento, passando pela alteração da política de verticalização do Município e, finalmente, o abairramento, que nada mais é que uma divisão oficial por bairros. Apesar de ter mais de cem denominações para os bairros até então conhecidos, esta nova lista enxugou as dezenas de localidades para apenas 29 bairros, acabando com pequenos núcleos que se resumiam a alguns quarteirões. No Distrito de Vicente de Carvalho, sobraram só 13 bairros, e em Guarujá, 16.
Saiba Mais

Ilha de Santo Amaro - Clicando sobre a imagem você terá acesso aos principais pontos de interesse da Ilha


Com um clique você terá acesso a imagens dos principais pontos de Guarujá e região, as principais praias, aeroporto, portos, indústrias, área portuária, ferrovias, pontos históricos, bairros, área central etc.
Imagem Clicável da Ilha de Santo Amaro

O início das obras do túnel que ligará Guarujá a Santos deverá ocorrer no segundo semestre de 2013. O anúncio foi feito pelo governador Geraldo Alckmin, na manhã da última quarta-feira (30), durante encontro do Acelera São Paulo, realizado no Terminal Marítimo de Passageiros Giusfredo Santini (Concais). Na ocasião, o governador assinou o contrato com o consórcio Consultor Engevix/Plaservi/Thermag Túnel Submerso, que venceu a licitação para a elaboração do projeto executivo da ligação seca entre os dois municípios. O contrato, orçado em R$ 39 milhões, deverá ser cumprido em 18 meses. No entanto, Alckmin adiantou que, no 12º mês, o Estado abrirá o processo de licitação da obra, para possibilitar que, até o fim do próximo ano, sejam iniciadas as obras da ligação submersa entre Guarujá e Santos. "Se não houver nenhum impedimento jurídico, começaremos no final do ano que vem ligando o Porto de Santos a Vicente de Carvalho, integrando a região metropolitana. É um túnel previsto para pessoas passarem a pé, de bicicleta, motocicleta, ônibus caminhão e, se quiserem, até de VLT. Está tudo previsto nesta ligação seca histórica, aguardada há mais de meio século", afirmou Alckmin.
Fonte: http://www.guaruja.sp.gov.br/obras-do-tunel-guaruja-santos-comecam-em-2013
Saiba mais em Cronologia da Ponte Estaiada


Aquecimento Global
Erosão na Praia da Enseada

Praia da Enseada

Formado Grupo Para Encontrar Solução
Um grupo de trabalho para tentar frear o processo de erosão da orla marítima da Enseada. É esta a saída apontada para o fim das constantes destruições proporcionadas pelas ressacas no mar da maior praia de Guarujá, principalmente aos quiosques à beira-mar, os mais prejudicados.
  Compartilham da conclusão o oceanógrafo Fabrício Gandini, do Instituto Maramar, e o secretário municipal de Meio Ambiente, Elson Maceió. De acordo com Maceió, a criação deste grupo, que reuniria vários personagens, está prestes a se concretizar.
  E com base neste propósito, o oceanógrafo do Instituto Maramar pretende oferecer a esta espécie de força-tarefa um estudo elaborado no ano passado, depois que as ressacas atingiram os 98 quiosques da orla da praia mais badalada da Cidade. Parte deles sucumbiu totalmente e foi reerguida. Gandini mapeou os quase sete quilômetros de extensão da maior praia da Cidade e apontou os trechos onde são necessárias medidas urgentes para restauração.
  Segundo o estudo, os trechos mais preocupantes são os extremos da orla, nos encontros com o Morro da Península, de um dos lados, e no sopé do Morro da Campina, ou Morro do Maluf, que divisa a Enseada de Pitangueiras. Nesses locais — que alcançam grandes hotéis, como o Casa Grande e o Delphin —, conforme o estudo, existe alta necessidade de restauração, para evitar novos e maiores danos com as ressacas.
  Por outro lado, o trecho da praia entre a Avenida Atlântica e a Rua Acre é o de menor perigo, onde a necessidade de intervenção é baixa. ‘‘Lá as características naturais da praia se encontram mais preservadas, justamente onde existem poucos quiosques’’, explicou. Gandini não culpa os quiosqueiros pelo problema, e sim um erro de planejamento, em especial no tocante à região da orla. ‘‘O planejamento urbanístico não considerou a dinâmica da evolução das praias. Uma área muito próxima ao mar foi ocupada, sem considerar a oscilação da maré. Falamos em 30, 40 anos atrás, não sei precisar’’, destacou.
  Aliado a isso, é preciso pesar a influência da verdadeira metamorfose ambiental que o planeta atravessa, com o aumento do nível do mar e as mudanças bruscas na temperatura, que se eleva cada vez mais. ‘‘Não há dúvidas que a Enseada está sofrendo as consequências das mudanças climáticas globais. Tudo isso é fruto da alteração da dinâmica dos oceanos’’...
Fonte: A Tribuna - 14 de Janeiro de 2007
Erosão Avança nas Praias ...


Sugestões e Contato: sousaraujo@yahoo.com.br